Criciúma contará com atendimento odontológico domiciliar

Mais de 10 mil criciumenses estão acamados, são portadores de necessidades especiais ou são pacientes com câncer. Por causa da impossibilidade ou dificuldades de locomoção até uma unidade de saúde, a Secretaria de Saúde do município vai adquirir sete consultórios odontológicos portáteis para tratamentos básicos. O atendimento que era feito em um consultório, poderá ser feito pelo dentista na casa do próprio paciente.

A ordem autorizando o início do processo licitatório para a compra dos equipamentos foi assinada na manhã desta segunda-feira (14), pelo prefeito em exercício, Ricardo Fabris.

Segundo a secretária de Saúde, Francielle Gava, todo atendimento odontológico básico, como avaliação, restauração, limpeza e remoção de tártaro poderá ser realizado. “Nós vamos adquirir sete maletas que serão disponibilizadas para cada distrito da cidade, inovando e modernizando assim a saúde bucal do município”, relatou.

Além do consultório odontológico portátil, também serão adquiridos quatro lasers de alta e baixa potência que aceleram a cicatrização, agindo em processos inflamatórios e no auxílio de tratamentos oncológicos. “O laser terapia vai ajudar paciente antes, durante e depois do tratamento neoplásico, prevenindo infecções bucais que podem agravar ainda mais o estado de saúde das pessoas atendidas”, explicou a secretária.

Tecnologia

Outro diferencial que a Secretaria da Saúde passará a oferecer é o aparelho de analgesia inalatória, muito utilizado por pacientes com necessidades especiais, crianças e também pacientes fóbicos. Através do óxido nitroso, que é inalado pelo paciente, é possível, então, que o dentista faça os procedimentos necessários.

Os dois aparelhos de raio X portáteis garantirão uma melhor qualidade de imagem radiográfica, pois fornecem uma emissão constante e mínima de radiação em relação aos aparelhos tradicionais e são de fácil transporte para o uso no atendimento domiciliar.

#conforto, atendimento, home_destaque, odontologia, saúde, tecnologia