Criador de conteúdo e torcedor, Cleiton Ramos inicia a 2ª temporada de A Retomada

Conhecido por grande da parte da torcida carvoeira, desde os tempos em que integrava e liderava uma das torcidas organizadas do Criciúma, Cleiton Ramos agora está do outro lado das câmeras. Há dois anos, além de torcer, ele também produz conteúdo audiovisual e acompanha os jogos do Tigre com a finalidade de registrar imagens e contar histórias sob um olhar diferente dos veículos de comunicação convencionais.

No início do seu projeto, o foco eram os torcedores e suas reações nas arquibancadas, no entanto com a chegada da pandemia, Ramos precisou mudar de estratégia. Com a queda para a terceira divisão nacional, o produtor de conteúdo decidiu desenvolver um documentário chamado A Retomada, no entanto com a campanha que quase terminou em rebaixamento para a Série D, no ano passado, o material produzido tornou-se um testemunhal daquela participação carvoeira na competição, chamada A Trajetória, que pode ser conferida abaixo:

Nesta temporada, Ramos está com boas expectativas. “Ano passado foi muito difícil, foi um campanha muito complicada, o Tigre quase caiu, mas nesse ano estou bem esperançoso para que inicie uma nova era. O Paulo Baier tem muita identificação com a torcida, com o clube e a cidade. Tem  uma carreira vitoriosa e acredito que o Criciúma vai brigar pelo acesso”, conta o produtor do documentário a Retomada.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Para acompanhar os bastidores do trabalho desenvolvido por Cleiton Ramos, basta seguir a Página do Instagram @arquibancadatricolorcriciuma.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.