Correios esclarecem que não fazem propaganda política com entrega de “santinhos”

Os Correios esclarecem que não fazem propaganda político-partidária com a entrega de “santinhos”. Em época de eleições, a empresa oferece uma gama de serviços, como Mala Direta, SEDEX e Carta-Resposta, para partidos e candidatos se comunicarem com o eleitor de forma personalizada, direta e interativa, independentemente da preferência político-ideológica. Na página http://www2.correios.com.br/hotsites/eleicoes2018/ podem ser conferidos todos os produtos e serviços dos Correios para candidatos e partidos políticos.

Durante o período eleitoral, é comum a propagação de vídeos e mensagens pelas redes sociais vinculando a imagem do carteiro à entrega de “santinhos” de algum candidato. Ainda segundo os Correios, a empresa atua apenas com logística de entrega de serviços contratados junto ao cliente, mediante pagamento e obedecendo a todos os preceitos legais, como registro e prestação de contas por parte do candidato/partido. Logo, o material distribuído pelos carteiros não se trata de manifestação a favor de determinado candidato, nem de propaganda paga com recursos públicos.

A empresa esclarece, ainda, que acatou prontamente a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE/SC), proferida na terça-feira (25), que determinou a apreensão imediata de objetos postados utilizando propaganda política irregular. Tal material se refere à propaganda eleitoral de candidatura indeferida pelo Tribunal Superior Eleitoral.

As unidades dos Correios no Estado já foram orientadas a não aceitar novas postagens com esse conteúdo e a não entregar objetos assim qualificados como irregulares pelo TRE/SC.

 

 

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.