Corpo de ex-deputado federal Walmor de Luca será cremado nesta terça-feira, em Içara

Será cremado hoje o corpo emedebista Walmor Paulo de Luca. O velório que começou nesta segunda-feira, 9, em Florianópolis, continuou durante o dia desta terça-feira, 10, em Içara, na Câmara de Vereadores. O ex-deputado federal morreu nesta segunda-feira, aos 81 anos.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Ele era casado com a deputada estadual Ada Faraco De Luca (MDB) e, além da esposa, deixa também duas filhas, Fabiana e Giovana, e netas. Devido ao falecimento, a Prefeitura de Içara e o Governo do Estado decretaram luto de três dias. Já a Câmara Municipal adiou a sessão legislativa para quarta-feira, 11.

As últimas homenagens serão realizadas a partir 16h, durante a cerimônia de cremação no Crematório Millenium, em Içara. Lideranças políticas da região estiveram presentes para uma última despedida. Entre eles os deputados estaduais Luiz Fernando, o Vampiro (MDB) e Rodrigo Minotto (PDT).

Para o presidente da Assembleia Legislativa de SC, Júlio Garcia (PSD), Walmor foi um exemplo de luta. “O Walmor foi um homem com espírito público. Sempre preocupado com a região Sul, lutou por importantes bandeiras. Era uma pessoa dedicada a todas as causas que ele abraçava. Foi um exemplo de luta e persistência. Santa Catarina perde um líder que realmente cumpriu o seu papel”, destaca Garcia.

Walmor nasceu em 22 de março de 1938. Formou-se em Farmácia e Bioquímica, mas a história estava ligada à política. Foi eleito vereador em Içara no mandato de 1967 a 1970 pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB), ao qual foi um dos fundadores no município. Também elegeu-se deputado federal por quatro vezes de 1975 e 1991, atuou como presidente da Telesc de 1993 a 1995 e da Casan de 2003 a 2011.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.