Corpo de Bombeiros atua em diversas regiões por conta das chuvas em SC

Os batalhões de Tubarão, Balneário Camboriú e Itajaí foram os que registraram o maior número de ocorrências. Entre a noite de ontem, 08 e a manhã desta quarta-feira, 09, as equipes do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) foram acionadas para atender ocorrências relacionadas com chuvas. A maior parte das ligações era para atendimentos envolvendo alagamentos em residências, com a remoção das pessoas das casas, ou ainda para corte de árvores, para desobstrução de vias e em locais perigosos.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

“As nossas equipes atuaram durante a madrugada e seguem nesta manhã com os atendimentos. Além disso, estamos em contato direto com a Defesa Civil, para análise da situação e monitoramento dos próximos dias. Normalmente as principais ocorrências acontecem depois das chuvas, pelo acúmulo de água no solo, que pode trazer deslizamentos, por isso a nossa atenção não é apenas no momento em que a chuva ocorre, mas nos dias posteriores. Seguimos atentos e prontos para atuar, caso seja necessário”, explica o coronel César de Assumpção Nunes, comandante da 1ª Região de Bombeiros Militar, responsável pelo litoral.

 Atendimentos

 Em Itajaí e região, área atendida pelo 7º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM), até a manhã de hoje, foram 18 ocorrências e os atendimentos seguem. A equipe da Força-Tarefa 07, utilizada em eventos extremos, foi acionada para reforçar as equipes de plantão. Foi montado um posto de comando de operações, na sede da Defesa Civil, na cidade de Itajaí e as ações são integradas com órgãos municipais.

 Já no 8º BBM, que atende Tubarão e região foram sete ocorrências envolvendo alagamento de residências e as pessoas foram levadas a local seguro, sem necessidade de condução ao hospital. Em Orleans foi realizado o corte de árvore sobre a Rodovia SC-108.

 Em Brusque, cidade atendida pelo 3º BBM, sediado em Blumenau, as equipes retiraram famílias que estavam ilhadas, utilizando botes para acesso. Foram registradas ocorrências de deslizamentos e algumas pontes pequenas cederam no bairro Ribeirão Tavares.

 A cidade de Canelinha, que faz parte do 13º BBM, sediado em Balneário Camboriú, foi uma das mais atingidas, com atuação do CBMSC durante a madrugada. Houve uma operação, junto com a Defesa Civil e prefeitura municipal. Atuaram quatro equipes do CBMSC, das cidades de São João Batista, Tijucas e Balneário Camboriú. Foram 146 pessoas removidas das casas, sem vítimas fatais. Nesta cidade o volume de chuva foi elevado, com cerca de 260 milímetros em poucas horas. As pessoas foram levadas a um local seguro.

 Não foram registrados grandes estragos na Grande Florianópolis até o momento.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.