Comunidade é convidada a participar de audiência sobre os resultados da Ação Civil Pública do Carvão

No próximo dia 24 de agosto, a Procuradoria da República em Criciúma e a Justiça Federal promoverão audiência pública para a divulgação dos resultados do 10º Relatório de Monitoramento Ambiental da Ação Civil Pública do Carvão. O evento acontecerá às 19 horas, na Satc.

O Relatório apresenta a evolução dos indicadores ambientais relacionados com a recuperação de áreas degradadas por mineração de carvão no passado e agora recuperadas pelas rés da ACP do carvão. As áreas recuperadas são de antigas minas a céu aberto, minas de subsolo e bocas de mina, todas causadoras de impactos ambientais negativos nos recursos hídricos, fauna e flora locais.

A audiência pública visa esclarecer a população acerca dos avanços na melhora dos recursos hídricos, recomposição topográfica das áreas que outrora eram degradadas pela mineração, recuperação da flora e da fauna. Também, apresenta o rol de atividades em andamento na ACP do Carvão e aquelas que ainda estão por vir.

A participação da comunidade é importante porque permite a interação direta com os técnicos que acompanham a recuperação de todas essas áreas degradadas, bem como com o Ministério Público Federal e a Justiça Federal.

Ao todo são seis mil hectares de área degradada, divididos em 289 áreas e quase mil bocas de mina que integram as bacias hidrográficas do Rio Araranguá e Rio Tubarão, no sul do Estado de Santa Catarina.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.