Compre de Santa Catarina

O governador Eduardo Pinho Moreira promoveu, na tarde de ontem, uma reunião ampliada com representantes dos setores produtivos de Santa Catarina. Além de uma avaliação dos estragos deixados pelos dez dias de greve dos caminhoneiros e da efetividade das ações tomadas pelas forças de segurança para a retomada da normalidade, o objetivo da reunião foi incentivar o consumo, especialmente de itens produzidos no estado.

Na sequência, outra reunião, desta vez com o colegiado. Ali também foi feito um balanço do período de paralisação, das ações do governo e das estratégias daqui para frente. A principal preocupação é quanto à perda de receita. Um terço de maio ficou perdido e justamente nos últimos dias do mês, fundamentais para ajustar as contas do governo.

Durante os encontros, que envolveram também dirigentes da imprensa catarinense, como o presidente da Associação de Diários do Interior (ADI-SC), Ámer Felix Ribeiro, o governador apresentou a campanha Compre de SC, que deve chegar aos veículos de comunicação em menos de uma semana.

Duas situações ocorridas durante as reuniões comprovaram a força de Santa Catarina no cenário nacional. Ao receber a reclamação de representantes da agroindústria sobre o preço elevado do milho na Conab, o secretário da área, Airton Spies, pegou o telefone, ligou para o Ministério da Agricultura, explicou a situação e desligou anunciando que a redução do preço do milho estava garantida. O outro foi a manifestação do procurador da República, Darlan Airton Dias, que afirmou que “o melhor trabalho de gestão de crise do Brasil foi sem dúvida o de Santa Catarina”. Ele disse que o reconhecimento também veio da procuradora geral, Raquel Dodge, em Brasília. Pode entrar aí um terceiro ponto: o pedido de demissão de Pedro Parente da presidência da Petrobrás. No começo da semana, o governador chegou a manifestar, em coletiva, seu desagrado com a permanência de Parente no cargo em meio à crise. E afirmou que não havia mais condições para sua permanência. Se influenciou ou não, poucos saberão. Mas o fato é que Parente caiu.

Por: Andréa Leonora/ Editora Coluna Pelo Estado

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.