Como emitir a nova carteirinha digital para estudantes

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta semana, o ID Estudantil, aplicativo para emitir a carteirinha estudantil digital criada pelo governo. O documento é voltado para alunos do Ensino Fundamental até os pós-graduandos e dá direito a meia-entrada em show, teatro e outros eventos culturais. A plataforma já está disponível nas lojas Google Play e App Store.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

A carteirinha emitida pelo governo será gratuita para os estudantes — mas tem um custo para o pagador de imposto de 15 centavos por carteirinha.  Antes do lançamento do MEC, o modelo padronizado era emitido por entidades estudantis, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundarista (Ubes), mediante pagamento.

O MEC informa que a emissão de carteirinhas pelo governo “não tira a prerrogativa de outras entidades”. O documento poderá ser emitido ainda por: entidades estudantis, diretórios centrais dos estudantes, centros e diretórios acadêmicos, entre outros.

Para os estudantes que já emitiram o documento, é possível conferir a carteirinha feita com os dados, o código de uso e QR code. Para quem não é cadastrado, há a opção “faça sua carteirinha”.

Confira o passo a passo para emitir a carteirinha:

1 – Faça cadastro ou login no aplicativo: É preciso informar o seu nome completo, um endereço de e-mail válido e criar uma senha.

2 – Na página inicial, clique na opção “Faça sua carteirinha”.

3 – No “passo 1”, informe o seu nome completo, celular, número do RG e dados do documento (órgão emissor e data de emissão), CPF e sexo. Há a opção para o estudante utilizar o nome social.

4 – No “passo 2”, informe o seu endereço completo.

5 – No “passo 3”, informe os seus dados escolares. Nesta etapa, o estudante irá escolher entre Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Superior e Pós-Graduação. É preciso informar também o nome da instituição de ensino, o curso e o número de matrícula ou registro acadêmico.

6 – No “passo 4”, é preciso enviar uma foto do documento (RG ou CNH), uma foto 3/4 — o aplicativo diz que pode ser uma “selfie” — e uma foto do comprovante de matrícula.

7 – Leia e aceite o termo de uso e política de privacidade do aplicativo.

8 – Depois da realização dos passos descritos acima, a carteirinha digital entra no status “em análise”.

Por https://veja.abril.com.br/

# Carteirinha digital, #ministério da educação, estudantes