Com baixa no estoque, Hemosc reforça pedido de doação de sangue

Média diária atual é de 46 doações de sangue no hemocentro, sendo estimadas pelo menos 60 doações ao dia para a manutenção dos estoques em níveis adequados

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Criciúma (Hemosc) reforçou o pedido para a doação de sangue para manter os estoques. Conforme o órgão, a média diária atual é de 46 doações de sangue no hemocentro, sendo estimadas pelo menos 60 doações ao dia para a manutenção dos estoques em níveis adequados. A continuidade destes níveis baixos de doação, podem afetar os atendimentos e as solicitações de transfusões pelos hospitais e clínicas da região.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Os tipos O e A, tanto rH positivos quanto negativos, são os mais críticos, segundo o Hemosc. Ainda conforme o órgão, a pandemia pode ser um dos fatores que influenciou na procura para doações. Já a demanda de sangue pelos hospitais, clínicas e ambulatórios, que são 26 na região atendidos por Criciúma, se manteve.

“Tem mês com coletas adequadas e mês abaixo. Está sendo muito alternado a quantidade de doações durante cada mês. Mas se permanecer essa quantidade e baixa, corre o risco de desabastecimento. Como o sangue tem validade, estamos trabalhando para evitar isso e contamos com a população”, ressalta Rafael Luiz da Silva, coordenador da Divisão Técnica do Hemosc de Criciúma.

As doações são realizadas mediante agendamento prévio, uma vez que é imprescindível manter o distanciamento social, devido a pandemia. Os agendamentos são feitos via site https://www.hemosc.org.br/agende-sua-doacao.html ou pelos telefones 3444-7410 e 3444-7414.

O Hemosc de Criciúma atende de segunda à sexta-feira, das 8h15min às 18h30min, sem fechar ao meio-dia.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.