Centro de Inovação deverá ser licitado em até 90 dias

A construção do Centro de Inovação de Criciúma deu mais um passo nesta semana. O secretário Executivo da Agência de Desenvolvimento Regional, João Fabris, reuniu-se com uma equipe técnica da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável (SDS), na terça-feira, 14, para dar encaminhamentos nos projetos e iniciar o processo licitatório que deverá ser lançado entre 60 a 90 dias.

“Tecnologia e inovação são prioridades de nossa gestão e Criciúma é um pólo de desenvolvimento essencial para toda a região sul de Santa Catarina. O Centro de Inovação vai gerar oportunidades e fomentar a economia do estado”, destaca o governador Eduardo Pinho Moreira, que cobrou celeridade do grupo na concretização do projeto.

“Criciúma é um polo universitário. Aqui se forma mão de obra qualificada para todo o Brasil e o Centro de Inovação é de fundamental importância para aplicarmos esse conhecimento na nossa região trazendo desenvolvimento ao estado por meio da inovação”, comentou Fabris.

A partir de agora, uma equipe de profissionais da ADR, SDS e outras entidades que estão à frente do projeto no município vão trabalhar em conjunto para dar celeridade no processo de licitação. “Já temos a experiência da implantação de outros centros de inovação e alguns detalhes neste projeto de Criciúma, que é de 2013, nós podemos melhorar. São pequenas alterações que não envolvem a parte estrutural, mas que precisam ser readequados para dar um ganho de qualidade tornando o projeto melhor, mais rápido e mais barato”, explicou o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da SDS, Jean Vogel.

Para o diretor da Associação Empresarial de Criciúma (Acic) e presidente do Comitê de Implantação do Centro de Inovação de Criciúma, Mário Gaidzinski, a união de forças resultará em uma versão adequada do Centro de Inovação para a cidade. “Estamos conseguindo congregar os esforços de todos para iniciarmos a licitação e ao mesmo tempo, corroborando todas as entidades para que tenhamos o melhor Centro de Inovação possível após o término das obras. Vamos gerar valor agregado em nossa região e logo melhorar a qualidade de vida das pessoas que aqui moram”, declarou.

No total, serão 13 Centros de Inovação em todo o Estado, com a finalidade de promover o empreendedorismo, estimulando a criação de negócios de alto valor agregado, fortalecendo a atração de investimentos e unindo o poder público, o setor privado e as instituições de ensino.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.