Casal DayOff ativou o modo road trip com sucesso em terras argentinas

Repasse para seus amigos utilizando os links abaixo

A serra e o litoral catarinense, nosso quintal de casa, nos serviram de escola em 2019. Decidimos embarcar em uma Road Trip rumo ao Fim do Mundo e nos últimos doze meses planejamos o roteiro perfeito a ser realizado em um veículo compacto 1.0.

Planejamos trajeto, estadia, alimentação, documentação e aspectos culturais de cada lugar a ser visitado. Levaríamos na bagagem nossos utensílios de cozinha ao ar livre, espírito aventureiro e um bom cronograma para espantar o azar.

Munidos de Passaportes, Carta Verde e um modesto orçamento limitado de R$10.000,00 para enfrentarmos 13 mil quilômetros nos próximos 30 dias, partimos com destino a Buenos Aires via Uruguaiana/RS. Tratava-se de uma parada estratégica a fim de adquirimos linhas telefônicas e um câmbio favorável (conseguimos incríveis 18/1).

Tarefas cumpridas com êxito, aproveitamos as horas restantes pedalando de EcoBici pelos principais pontos turísticos da Capital Argentina. Visitas breves pois estaríamos de volta a Buenos Aires em 25 dias, já no retorno pra casa. Portanto, não foi um “Adiós” mas sim um “¡Hasta luego!”

Passadas as primeiras 24h respirando ares portenhos, já podíamos nos sentir em casa dada a incrível receptividade dos hermanos. À medida que seguíamos ao sul pela principal rodovia litorânea, a Ruta 3, fazíamos novos amigos e experimentávamos a culinária local.

Lagostines, Merluza, Lomo de Cerdo, Bife de Chorizo com um autêntico ChimiChurri. Difícil escolher entre tantas deliciosas opções. E o melhor: por preços muito acessíveis por conta da valorização do real na ocasião. Em geral, pagávamos o equivalente à metade do valor praticado no Brasil.

Estrada boa, tranquila e bem sinalizada, resolvemos não pernoitar em Bahía Blanca, tocando direto até Playas Doradas. Seria a primeira noite na barraca. Os ventos, já constantes na estrada, mostravam-se ainda mais presentes ao entardecer no camping, podendo afetar diretamente nosso sono noturno e, logo, a disposição do dia seguinte.

Para nossa grata surpresa, o fantasma minuano não nos assombrou naquela madrugada e repousamos serenamente até o raiar do sol. A precariedade do sinal de celular nesta pequena vila de pouco mais de 500 habitantes, localizada no Golfo de San Matías, foi compensada pela fantástica hospitalidade dos nativos e sua típica culinária rica em frutos do mar.

Aconchegados naquele paraíso, era tentadora a ideia de prolongarmos a nossa estada por mais dias, quiçá semanas. Todavia a expectativa de conhecermos a exótica fauna Patagônica nos motivou a retomar nossa jornada ao Sul. A última parada desta primeira etapa seria em Punta Tombo, uma península da província de Chubut na qual reside a maior colônia de pinguins de Magalhães do Atlântico.

Estar a poucos metros destes animais foi fascinante: do canto de acasalamento destas aves monogâmicas à impressionante abundância dos Guanacos e bandos de Emas às margens da rodovia. Trafegar com cautela nos proporcionou – além de segurança – belas imagens destes víveres cruzando la Ruta por suas faixas de segurança imaginárias.

Todavia, chegou a hora de partirmos! Ainda teremos muito chão até a Tierra Del Fuego. Acompanhe esta aventura aqui no Portal Litoral Sul e também em nossas redes sociais: @CasalDayOff ¡Saludos Cordiales!

#casal dayoff, #road trip south america, #rumo ao fim do mundo