Camisas masculinas doadas são transformadas em vestidos para projeto

Aquela camisa que está guardada e você já nem usa mais, pode ser doada e transformada em vestidos, que são enviados para meninas da comunidade chamada Tite, ao sul de Guiné Bissau, que pertence a Diocese de Bafatá, na África. De qualquer tamanho, modelo ou tecido, todas as peças doadas são bem vindas.

A iniciativa surgiu no Clube de Mães do bairro Michel de Criciúma, o grupo já costurava para uma entidade na África, quando a professora aposentada, Maria Amélia ficou interessada na atividade e passou a produzir junto com elas. “Começamos a recolher camisas, fazer os vestidos e direcionar todo esse trabalho para a comunidade de Divino Oleiro, coordenada pelo padre Marcio Alexandre Vignoli, que possui missões em Tite”, conta.

Segundo ela, missionárias revelaram que as crianças daquela comunidade, além de não terem comida, não possuem roupas. “Foi aí que pensamos em produzir os vestidos com as camisas sociais e enviar para lá. Das mangas fazemos calcinhas para os bebês. Após o envio, para ter certeza que as encomendas chegaram são enviadas fotos das meninas com os vestidos. Isto prova que o projeto realmente é serio”, considera.

Todo tipo de camisa é bem vinda. No ano passado foram produzido mais de 200 vestidos. “Outras mulheres da comunidade se doaram e colaboraram na produção”, contou Maria Amélia, além disso, a equipe faz uma campanha para recolher de fraldas de pano.

Colabore com o projeto

Para dar sequência ao projeto neste ano as costureiras já estão nas ruas em buscas das camisas para serem doadas. Quem quiser ajudar pode entrar em contato pelo telefone (048) 9 9106 2991.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.