Câmara de Criciúma rejeita projeto que assegurava direitos LGBTQIA+

Os vereadores de Criciúma votaram contra o Projeto de Lei 28/2021 de autoria da vereadora Giovana Mondardo. A votação realizada ontem, 28, data em que se comemorou o dia do Orgulho LGBTQIA+, os vereadores rejeitaram a matéria e a votação terminou com 8 votos contra e 7 votos a favor.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Entre os pontos abordados pelo Projeto de Lei, destaque para que os convênios, contratos e documentos similares firmados deverão conter cláusula que considere pessoas em união estável homoafetiva, concedendo-lhes os mesmos direitos e deveres das pessoas em uniões estáveis constituídas por homem e mulher.

“Ficamos tristes com essa recusa que visava garantir que todas as pessoas pudessem ter direitos essenciais às políticas públicas de Criciúma”, lamentou a vereadora Giovana.

O Projeto completo pode ser conferido pelo link https://abre.ai/projetolgbtcriciuma. Ontem, durante todo o dia, homenagens foram feitas por diferentes instituições em todo o Brasil lembrando a data.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.