Anúncio

Banco de sangue do Hospital São José é um grande aliado na manutenção da vida

A doação de sangue é um gesto importante que beneficia inúmeras vidas. São pelas doações recebidas no Hemosc, realizadas por meio da solidariedade das pessoas, que o Banco de Sangue (Agência Transfusional) do Hospital São José de Criciúma é abastecido. Um setor considerado indispensável para garantir a eficiência nos atendimentos e a saúde das pessoas que precisam da instituição.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Anúncio

“O Banco de Sangue do Hospital São José é responsável por receber os hemocomponentes provenientes do Hemosc, avaliar sua qualidade e segurança e transfundir nos pacientes que tem necessidade, garantindo qualidade no procedimento. Desde o início do processo é zelado pela qualidade e segurança de quem irá receber os hemocomponetes, tudo isso com base nas normas técnicas e acreditações”, explica o médico hematologista da Agência Transfusional e Unacon do HSJosé, Vitor Hugo Parpinelli Ricci.

Atualmente o Banco de Sangue do HSJosé conta com uma equipe formada por uma enfermeira, nove técnicos em enfermagem e o médico responsável técnico. “O trabalho realizado pelo setor ocorre seguindo critérios da prescrição médica. São realizados na agência transfusional testes pré-transfusionais para identificar ABO/RH do paciente e teste de PAI (anticorpos). Para isso é coletado sangue do paciente em dois tubos trazidos pela enfermagem do setor em que o paciente está alocado. Após, é realizada a prova de compatibilidade da bolsa que o paciente irá receber, bolsa essa vinda do Hemosc”, explica a enfermeira da Agência Transfusional do HSJosé, Tatiane de Oliveira Monteiro.

De acordo com a profissional, antes da transfusão é realizada a dupla checagem de identificação do paciente ainda no banco de sangue e a mesma checagem é realizada em beira leito do paciente, juntamente com a enfermeira (o) do setor. “Sempre mantemos um estoque de hemocomponentes suficientes para atender os pacientes e também para situações de emergência, inclusive trabalhamos rigorosamente com reposição. Todos os dias é realizada a conferência diária no estoque e realizado pedido ao Hemosc”, esclarece a enfermeira.

Para que todo este processo possa ter continuidade, a solidariedade é fundamental. A atitude de voluntários que faz a diferença. “A doação de sangue é fundamental para que todo este trabalho seja mantido. O Banco de Sangue do HSJosé é um setor que tem bastante solicitações e inclusive atende frequentemente a demanda cirúrgica e oncologia. No início da pandemia tivemos uma diminuição de procedimentos em consequência da suspensão das cirurgias eletivas, porém como retornaram as atividades, a demanda aumentou novamente”, comenta a profissional.

Em 2019, foram utilizados no HSJosé, 12.558 bolsas envolvendo todos os hemocomponentes. Já em 2020, de janeiro a setembro, foram transfundidas 8.534 bolsas envolvendo todos os hemocomponentes. Os interessados em conhecer mais sobre o processo da doação de sangue e a sua importância podem acessar o site: www.hemosc.org.br ou entrar em contato com o Hemosc de Criciúma pelo telefone: (48) 3444.7400.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.