Notícias de Criciúma e Região

Balcão de Empregos Criciúma: de 500 inscritos, apenas 43 compareceram

Idealizado como estratégia para amenizar os impactos da pandemia e garantir oportunidades no mercado de trabalho para os criciumenses, aconteceu no último sábado, 12, o Balcão de Empregos. Criado pela Secretaria de Assistência Social e Habitação, a iniciativa teve como objetivo mediar e facilitar o primeiro contato entre empresas locais e pessoas à procura de emprego.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

O encontro foi no Ginásio Municipal Irmão Walmir Antônio Orsi, onde todos os cuidados com as medidas sanitárias foram tomados. Após cadastros nos sites, candidatos e empresas se encontraram para realização de entrevistas e possível contratação. No total, 30 empresas ofereceram de 120 a 130 vagas, nas áreas de vendas, cerâmica, indústria têxtil, usinagem e setor mercadista. Porém, dos 500 inscritos, apenas 43 compareceram.

“Tivemos que encerrar mais cedo, pois a partir do meio dia não apareceram mais pessoas”, lamentou o secretário de Assistência Social e Habitação de Criciúma, Bruno Ferreira.

A ação contou com a mobilização da equipe da assistência social, responsável pela infraestrutura e fiscalização de protocolos de segurança. Já o Setor de Tecnologia da Informação (TI) da prefeitura elaborou um site para funcionar como plataforma online de inscrições. Nele, as empresas cadastraram suas vagas com dados da proposta, como horário de trabalho, cargo e faixa salarial. Segundo Ferreira, a realização de outro balcão, no mês de agosto, está em fase de planejamento.

Você também pode gostar