Aumento de salário para assessores não deve passar na Câmara

Por ora, a reposição de dois pisos aos assessores parlamentares de Içara não passa na Câmara Municipal. Ao menos o placar contra a elevação em R$ 1,7 mil já é suficiente para não haver aprovação caso o projeto entre em pauta. As manifestações iniciaram na sexta-feira com Antônio de Mello (PMDB) e Márcio Dalmolin (PSD). Mas as posições favoráveis deles não atingiram os dez votos necessários. Uma reunião entre os vereadores foi convocada para a manhã desta segunda-feira, dia 5. Entretanto, compareceram apenas aqueles que já são contrários.

“Ainda que o projeto seja protocolado, vai ser necessário um estudo de impacto”, coloca o presidente Alex Ferreira Michels (PSD). Além da reposição para os assessores, a reunião pela manhã também deveria debater a proposta de elevar também as gratificações dos efetivos e implantar a progressão por titulação. “Ficamos sabendo dos itens que poderiam ser protocolados agora pela imprensa”, acrescenta. “A titulação por merecimento é um compromisso como presidente. É um debate que iniciou ano passado e ainda não foi concluído. Isto vai passar pela discussão com os servidores”, acrescenta.

Lucas Lemos – [email protected]

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.