Anúncio

“Assembleia atuou de forma decisiva em momentos cruciais para Santa Catarina”, avalia Júlio Garcia, presidente da Alesc

O presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, deputado estadual Júlio Garcia (PSD), faz avaliação do primeiro ano dos governos Moisés e Bolsonaro. Em entrevista ao Portal Litoral Sul ele aponta que a Casa atuou de forma decisiva em momentos cruciais para o Estado. Foram parceiros na reforma administrativa e incentivaram pautas para o desenvolvimento econômico estadual.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Anúncio

Portal Litoral Sul  – Qual avaliação que dá para fazer de 2019, primeiro ano deste mandato do Poder Legislativo catarinense, do Governo Moisés e Bolsonaro?
Júlio Garcia –  Sobre a Assembleia Legislativa, creio que entregamos para a sociedade aquilo que ela manifestou de vontade nas urnas na eleição de 2018. Um Parlamento independente, harmonioso e que preserva suas principais missões, de legislar e fiscalizar. A Assembleia atuou de forma decisiva em momentos cruciais para Santa Catarina neste ano. Fomos parceiros na aprovação da reforma administrativa desejada pelo novo governo e, por outro lado, a Alesc atuou decisivamente em temas complexos e importantes para manter aquecida a nossa economia, inclusive fazendo o contraponto ao Executivo. Sobre o novo governo estadual, penso que ainda estamos na fase em que ele se debruça sobre a estrutura estadual para conhecer seu funcionamento. Penso que uma avaliação mais apropriada deve ser feita a partir do ano que vem, quando o governo passa a ter efetivamente a sua personalidade. Não é muito diferente sobre o Governo Federal, apesar de já termos avançado em alguns assuntos importantes, como a reforma da previdência, por exemplo.

Portal – O senhor conseguiu convergir e trazer para assembleia legislativa várias pautas de interesse do catarinense, porque isso e qual bandeira da pra considerar em 2019 como principal?
Garcia – Pela própria estrutura dos poderes, é normal que esses temas venham para discussão na Assembleia Legislativa, para que aqui sejam debatidos com maior profundidade e ouvidos todos os setores envolvidos. E a Assembleia não se furtou a exercer este papel nas várias pautas que chegaram na Casa. Creio que até este momento, pela importância e pelo impacto econômico potencial, o projeto que tratava dos incentivos fiscais ao setor produtivo e o que tratava da taxação dos defensivos agrícolas foram os mais relevantes.

Portal – Pela experiência política que o senhor possui estamos ainda com freio puxado ou o Brasil está realmente buscando enfrentar as questões políticas e pessoais e focando no desenvolvimento do País? 2020 por ser ano eleitoral atrapalha pautas que todos buscam que é geração de emprego e renda e desenvolvimento?
Garcia – Ao mesmo tempo em que o governo federal tem uma equipe econômica competente, que conversa com as economias mundiais e fortalece a posição do Brasil, temos também um presidente ainda muito envolvido com assuntos menos relevantes, com pautas que tiram o foco da administração pública e acirram as disputas ideológicas. Em termos de desenvolvimento, isso não ajuda muito, mas acredito que vai se chegar ao momento em que se encontrará a modulação ideal de todos esses interesses. Algumas pautas de caráter nacional, como a reforma da previdência, estão avançando e isso é importante para aumentar a confiança no país e assim atrair investidores. Outras reformas também precisam acontecer, mas o governo dá sinais de que pretende seguir nesta direção. A eleição do ano que vem será para a escolha de prefeitos e vereadores e isso não interfere tanto nas pautas nacionais, mas é uma eleição igualmente importante porque o desenvolvimento começa nos municípios, com a escolha de prefeitos e vereadores comprometidos com o cidadão, com as boas práticas administrativas e com o crescimento.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.