Notícias de Criciúma e Região

Aquela cocada diferenciada com receita exclusiva do Marrocos

Na feira Agroponte, engana-se quem pensa que apenas os maquinários e os produtos agrícolas são o forte do evento. Quem passar por um dos corredores, vai se deparar com um doce brasileiro, mas feitos à maneira marroquina. E quem prova afirma que é delicioso.

Dona Sonia, e o marido Sandoval Dagostim, experimentaram um pedacinho  e se agradaram. “É maravilhoso! Muito bom mesmo”, disseram.

O legal é que somente de olhar, o produto enche os olhos. No estande eles são expostos lado, coloridos, redondos parecendo um grande queijo. Tailine Ferreira é funcionária da empresa Caravana do Marrocos que produz as cocadas. Ela conta que a técnica utilizada realmente é marroquina, onde a fórmula é retirar o açúcar da própria fruta e diminuir o açúcar branco, assim mesmo mantendo o sabor do doce. “A base é o leite, coco e a fruta sendo que o grande segredo é eliminar o açúcar. Temos doces com 80% menos açúcar e até mesmo com zero açúcar”, informa.

Os sabores são variados, como goiabada cascão, abóbora com coco, mix de castanhas, cocada com ameixa, quebra-queixo com damasco, sendo o carro-chefe, a cocada com pingo de leite. “Para levar um pedaço de cada sabor, para não ficar na vontade”, fala Tailine.

O proprietário Mahmoud Elhawwary, explica que a ideia da empresa é adaptar a fórmula marroquina de extração da frutose nas frutas brasileiras. “E resultado não poderia ser melhor. São saborosos, saudáveis, pois não contêm adição de açúcar”, garante.

Os produtos possuem seis meses de validade e não precisa de refrigeração, tendo como média de preço R$80,00, o quilo.

.

Você também pode gostar