Após se perderem em mata, jovens são resgatadas por helicóptero do Saer em Nova Veneza

A Polícia Civil, por meio do Serviço AeroPolicial (Saer) e do Serviço Aeromédico do Sul (Sara Sul), realizou na manhã desta quinta-feira, 15 a busca, localização, resgate e atendimento médico de quatro jovens e dois cães que haviam se perdido na mata fechada, próxima a barragem do Rio São bento, em Nova Veneza.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

Na tarde de quarta-feira, 14, os jovens foram realizar uma trilha, mas acabaram se perdendo e avançando para dentro da mata. À noite, os familiares foram com profissionais do Corpo de Bombeiros, mas não conseguiram localizá-los. Com sinal de celular que por vezes permitia alguma comunicação, conseguiram informar um ponto de referência para a equipe do Saer começar as buscas, às 6h desta quinta-feira.

Após a varredura no perímetro foi possível encontrá-los quando foi constatado um movimento mínimo em uma copa de árvore que estava balançando por iniciativa dos próprios jovens.

Operação de salvamento

Após a localização foi confirmado que todos estavam bem e começou a operação de salvamento. O tripulante operacional desceu por rapel, realizou o exame primário em todas as vítimas e começou a retirada individual dos jovens após constatar que todos estavam em ótimas condições.

A operação se desdobrou em quatro manobras de extração, onde a vítima era conectada ao tripulante operacional. Após a aeronave, que estava pairando sobre o local, começar a ganhar altitude e içar a vítima e o tripulante, realizando o trajeto de quase dois quilômetros até encontrar um local seguro para pouso.

Atendimento

As vítimas após o resgate foram atendidas pela equipe médica do Sara Sul que trabalha junto ao Saer Sul da Polícia Civil e possui todos os equipamentos de uma UTI Móvel. Após serem examinados constatou-se estarem sem ferimentos e com excelente estado emocional e foram liberados para seus familiares.

Os cães também não registraram nenhum ferimento e estão bem. Eles permaneceram imóveis durante o deslocamento, auxiliando a operação.

O pai de uma das vítimas destacou o relato de seu filho, o primeiro a ser resgatado, que mencionou a tranquilidade e a segurança que o tripulante operacional os abordou quando desceu no rapel. Não houve qualquer intercorrência na missão.

Vídeo:

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.