Após alerta da Defesa Civil, Secretaria de Obras de Siderópolis monitora locais de risco

Manutenção foi realizada em áreas de possível risco, diante da possibilidade de mais chuva

As fortes chuvas registradas nos últimos dias, deixaram em alerta, o Franqui Salvaro e Adriano Teixeira. Nesta sexta-feira, prefeito e vice-prefeito de Siderópolis, respectivamente, percorreram o município para identificar possíveis pontos críticos, caso a chuva permaneça.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

De acordo com o Salvaro, dois pontos precisaram de intervenção. “O Rio São Bento que passa na Comunidade São Pedro, subiu e invadiu a estrada na madruga dessa sexta-feira, e com a força da água as cabeceiras da Ponte Molhada foram levadas pela correnteza”.

Durante todo dia, a equipe de obras da prefeitura atuou na remoção de galhos que trancaram os tubos, que ficam na parte inferior da ponte. Além de trabalharem na reconstrução das cabeceiras com o uso de terra e pedras.

Outro ponto crítico identificado na cidade, fica situado na encosta do morro, do bairro do Trilho. No local está sendo viabilizado um loteamento, onde a água do alto do morro desce e gera alagamentos em frente as casas. Para amenizar o problema, até que a obra seja concluída, foi realizada a limpeza de um duto antigo já existente e duas valas foram abertas para dar vazão à água, que é direcionada para um dreno.

“Nosso objetivo é amenizar os impactos que o acumulado das chuvas dos últimos dias pode vir a causar”, afirmou o vice-prefeito e também secretário de obras, que ressaltou que o final de semana será de monitoramento do impacto da chuva.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.