Anderson de Jesus – O cantor Moisés

O Governador Carlos Moisés cumpriu agenda nesta quinta-feira , dia 7, em Içara. Durante a passagem pela cidade ele liberou recursos para a educação especial de 23 municípios da Amrec e Amesc e destacou as ações de sua administração. “Chegou o momento de mostrarmos que a educação de Santa Catarina é de fato uma prioridade e não apenas um discurso. Temos feito isso com a valorização do professor a melhoria na infraestrutura e também e uma série de outras ações que colocam Santa Catarina no protagonismo da educação”, pontou. O Governador fez questão de destacar que ele e sua equipe precisam de mais tempo (no que pareceu ser uma alusão a um segundo mandato) para que o trabalho possa avançar ainda mais. “Conseguimos o equilíbrio fiscal, investir em ferrovias, rodovias, educação, educação especial. Estamos colocando o Estado nos eixos de onde nunca deveria ter saído”.

Pandemia

Moisés também fez questão de destacar a ação de Santa Catarina no combate a pandemia. “Santa Catarina vive um momento muito bom. Acreditamos na ciência, apostamos na vacina, fomos ágeis na distribuição das doses aos municípios e hoje conseguimos viver um bom momento. O cenário mostra que os internados graves são em sua maioria absoluta os que recusaram a vacina. Agora estamos voltando os eventos e caminhando para voltar a ter uma boa movimentação, com reveillon e festas de fim de ano. Com cuidados ainda, mas um momento bem melhor”.

Cantou

Após a coletiva e antes de começar a assinatura de convênios o governador fez uma das coisas que mais gosta. Convidado por um aluno da Apae de Criciúma, ele cantou a música Certos Amigos. Desafinou, mas se divertiu e agradou quem estava por lá.

Maioria silenciosa

Jornalista e ex-senadora, a gaúcha Ana Amélia Lemos disse nessa quarta-feira que há neste momento no Brasil uma maioria de silenciosos e de decepcionados. “Há uma maioria silenciosa, um desconforto da sociedade brasileira. Eu converso muito com as pessoas, ouço muito. Percebo claramente um desgosto e uma frustração. Eu votei no segundo turno no Bolsonaro, mas acho que ele perdeu uma grande oportunidade de fazer mais coisas. E isso aconteceu porque a ideia da reeleição ficou prioritária. Vamos ver isso na eleição do ano que vem. Essa maioria vai buscar sim uma alternativa porque não quer mais essa radicalização, quer um outro caminho”. Para ela, esse caminho alternativo pode sim ser Eduardo Leite.

Ano letivo

Com aulas 100% presenciais, o ano letivo de 2022 já tem data para começar. Os estudantes vão retornar para as salas de aula no dia 9 de fevereiro. A informação é do Secretário de Estado da Educação. A tendência é que a retomada ocorra de maneira simultânea em todas as escolas do Estado da rede pública Municipal, Estadual e também nas particulares. “Vamos iniciar o ano letivo no dia 9 de fevereiro com todas as crianças na sala de aula sem qualquer tipo de distanciamento em função dessa evolução. Vamos ter outras regras, mas elas serão definidas durante o mês de dezembro quando fizermos os ajustes para o ano que vem”, argumentou Vampiro durante passagem da comitiva.

Vacina

Vampiro também descartou, pelo menos por ora, a exigência da Vacina contra a Covid para a volta dos estudantes. “Essa não é a orientação neste momento. Essa é uma decisão que cabe ao conselho formado para o enfrentamento da pandemia e que reúne 14 entidades, mas por enquanto essa exigência não existe”.

Remédio em casa

A exemplo da Câmara Municipal de Içara, num Projeto de Lei do vereador Laudo Calegari, a Câmara Municipal do Balneário Rincão também aprovou o PLL da vereadora Marlene Locks (Avante), instituindo o Programa Remédio em Casa no município. O projeto, já sancionado pelo prefeito em 9 de setembro, transformou-se na Lei 493, que vai beneficiar pessoas idosas, com deficiência e/ou mobilidade reduzida, com a medicação entregue em suas residências, serviço a ser feito pelas agentes comunitárias.

 

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.