Anderson de Jesus – A responsabilidade é de todos

Conversei nesta quarta-feira, na Massa FM com o prefeito de Criciúma Clésio Salvaro. A pauta foi a mesma dos últimos 11 meses. O município está em alerta por conta do aumento do número de casos de Covid-19. O sistema de saúde voltou a ser pressionado e o pedido foi outra vez por apoio da população. Enquanto entrevistava o prefeito ele recebia críticas. Muita gente afirmando que é ele, como gestor, o principal responsável pelo crescimento. Ora vejamos, o prefeito até pode ter, junto com os demais responsáveis pela gestão da saúde, sua parcela de culpa. Mas ele não pode ser responsabilizado, os secretários municipais, seja de Criciúma ou de qualquer outra cidade também não. Essa não é uma questão de dinheiro, é sobretudo uma questão de respeito as medidas que hoje são apontadas como efetivas para a prevenção. Máscara, álcool e distanciamento. Ah e testagem e mais testagem. Se o problema fosse dinheiro, os Estados Unidos não estariam batendo recorde de mortos, a Itália não teria virado um caos. Muita gente também afirma que o problema é a histórica falta de estrutura dos hospitais. Pois ouso dizer que não é não. Por mais que se abra leitos novos de UTI, se a população não se cuidar eles não serão suficientes. Está na hora, um ano depois, de parte da população entender como a banda toca e enxergar que cada um tem sua responsabilidade.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

E as vacinas
O município de Criciúma foi um dos que sinalizou e guardou dinheiro para comprar vacina. Agora o STF e a Câmara também sinalizaram neste sentido. O município segue com interesse, mas esbarra em um problema. Não tem vacina para comprar. Talvez a Pfizer seja uma alternativa, já que foi registrada pela Anvisa. Vamos aguardar, mas por ora, as vacinas são estas poucas doses que estão chegando por ai

Alinhando 
Governador Carlos Moisés se reuniu em Brasília com o Fórum Parlamentar Catarinense. Ao lado do Secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, ele foi apresentar números do Governo. “ E alinhar as ações do Estado com a bancada catarinense”, destacou. Durante o encontro, acompanhado de perto pela Vereadora Silvia Mendes, a Covid-19 também entrou na Pauta. Situação no Estado é considerada caótica.

Ainda em Brasília
Prefeita de Içara Dalvania Cardoso e o de Morro da Fumaça Noi Coral estão em Brasília. Cumprem agenda na Capital Federal em busca de recursos. A agenda dos dois por lá deve seguir ainda hoje com visita aos deputados Senadores e ao Ministério.

Mais testes
Município de Cocal do Sul segue reforçando a realização de testes rápidos na cidade. Em entrevista à Massa FM o Secretário Sidney Duarte Oliveira lembrou que é a melhor maneira para identificar possíveis novos casos, isolar os pacientes e evitar que a doença fique ainda mais descontrolada na cidade.

Referência
Em meio a pandemia o Hospital São Donato segue trabalhando para reforçar sua lista de especialidades. Próximo passo é se tornar referência em Urologia. De acordo com o diretor administrativo Júlio de Lucca, o Hospital também projeta uma obra de ampliação com mais 3 mil metros quadrados de área. “O hospital segue seu planejamento. Claro que estamos sendo impactados pela pandemia, mas não podemos parar|”, destaca.

Prejuízo
Hospitais de todo o Estado já foram informados pelo Governo sobre a suspensão das cirurgias eletivas. Trabalho só vai ser retomado quando os casos de Covid-19 voltarem a cair. Isso representa prejuízo para os hospitais, que deixam de arrecadar e muito prejuízo para os pacientes que passaram ainda mais tempo na fila de espera.

Zerando
Município de Forquilhinha segue com seu projeto zera fila. Compra de exames está ajudando a desafogar a espera por especialidades no município. Zerar é quase impossível, mas reduzir já tem sido motivo de alívio para muitos moradores.

Campus
Morro da Fumaça vai ganhar um campus avançado da Fucap. A instituição de Capivari de Baixo vai levar ensino superior ao município. É o desafio do município para qualificar a mão de obra da cidade. Iniciativa importante e elogiável, mas o município também precisa ampliar a oferta de cursos técnicos para atender a demanda que existe no município e na região.

Teve protesto
Moradores da região de Campo Mãe Luzia prometem seguir protestando até que o Governo de Içara retome a obra de pavimentação que havia iniciado na comunidade. Primeiro ato foi nesta terça e novos não estão descartados. A obra iniciada no ano passado foi paralisada a pedido da prefeita Dalvania Cardoso. A chefe do executivo afirma que está analisando o cenário para só depois retomar parte das obras autorizadas no final do ano passado.

Ainda não
Juíza Janaína Cassol manteve a proibição do Deputado Júlio Garcia de retomar suas atividades parlamentares. Em nota à imprensa ela afirmou que a decisão do Ministro Luiz Edson Fachin é referente a Operação Hemorragia e não a Operação Alcatraz. É provável que a decisão da juíza também seja derrubada pela Alesc, mas a decisão da magistrada protela mais um pouco o retorno de Garcia às atividades.

Em debate
Por falar em Alesc, o parlamento Catarinense também pretende debater e acompanhar de perto a situação do completo termelétrico Jorge Lacerda.

Aprovado
Vereadores do Balneário Rincão aprovaram em segunda votação, o Projeto do Executivo que institui o Programa de Parcerias Público-privadas do município, e o projeto, que prevê verba indenizatória por atividade especial aos médicos do Programa Saúde da Família (PSF).

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.