Alta velocidade e perda de controle do veículo seriam as causas de acidente fatal de Roberto Angeloni

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou na noite deste domingo, 28, as possíveis causas do acidente que tirou a vida do empresário Roberto Angeloni, nesta manhã. De acordo com a PRF, uma perícia está sendo feita, e algumas informações indicam que veículo que Angeloni conduzia estava em alta velocidade na hora do impacto.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

A PRF não informou a velocidade do Mercedes, mas aponta que por conta disso, o criciumense perdeu o controle da direção do carro e para evitar bater na mureta ele desviou para o lado contrário da BR-101 (em Biguaçu) onde colidiu em uma Ranger. Em seguida acabou invadindo o pátio de um posto (Tijuquinha) e bateu em um poste no local.

O impacto foi tão intenso que o carro de Angeloni partiu ao meio. Sobre a informação que circula de que o empresário estaria fazendo um “racha” a PRF descarta essa possibilidade. A ocorrência foi por volta das 11h30min da manhã deste domingo. O casal que estava na Ranger passa bem. A mulher sofreu ferimentos leves e já foi liberada do hospital.

Saiba mais

Roberto Angeloni morre em acidente grave na BR-101 em Biguaçu

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.