Alguém viu a Nenê por aí? Mãe busca por boneca de pano perdida pela filha de 2 anos

O brinquedo era o xodó da menina moradora do bairro Presidente Vargas

A pequena Ísis da Silva Satiro, de dois anos e dez meses, perdeu a sua boneca de pano, chamada Nenê, na quinta-feira, dia 10, no trajeto entre a grande Próspera, em Criciúma, e o Centro de Içara. Desde então, o brinquedo ainda não foi encontrado. Sensibilizada com a tristeza da filha pela perda, a mãe, Jamila Satiro, faz uma mobilização via redes sociais em busca de Nenê.

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui.

“A Ísis não chora, mas fica procurando pela boneca, sempre quando chega da escola. Ou me pergunta se achei. Me dói o coração, porque sei o quanto ela era apegada”, lamenta a mãe.

Moradora do bairro Presidente Vargas, em Içara, Jamila, comprou a boneca de pano ao descobrir a gestação. “Eu nem sabia que era uma menina ainda, mas vi a boneca, achei linda e comprei. Agora que a Ísis cresceu, se apegou de uma forma que o tempo todo estava grudada com ela. A boneca ia para todos os lugares, tudo a tiracolo, um xodó inseparável “, relata Jamila.

Após ficar sem Nenê, Jamila procurou na internet outra igual para dar à filha, mas, daquele modelo está esgotado nos sites que pesquisou. “Mais um motivo para a gente continuar a busca, sabendo que no momento não tem outra, para substituí-la. E as recordações da Nenê por enquanto somente por fotos”, fala entristecida.

Quem tiver alguma informação ou tenha encontrado a Nenê, pode entrar em contato pelo telefone (48) 99978-6350.

 

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.