Anúncio

Alesc: Comissão do segundo impeachment rejeita requerimento de Paulinha

Reunida na manhã desta terça-feira, 6, a comissão especial que analisa o segundo pedido de impeachment do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) e da vice-governadora Daniela Reinehr (sem partido) rejeitou um requerimento da deputada Paulinha (PDT), líder do governo na Assembleia, para o encaminhamento de um pedido de informação e a anexação de novos inquéritos ao processo. Com a decisão, a comissão manteve para o dia 13 a entrega do relatório final sobre o caso, que está sendo elaborado pelo deputado Valdir Cobalchini (MDB).

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

Anúncio

O requerimento apresentado por Paulinha visava questionar o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, sobre eventual conversa com o governador envolvendo a compra dos respiradores mecânicos e também promover a anexação aos autos de novas documentações, como o inquérito policial nº 1427, o pedido de busca e apreensão criminal determinado na última semana pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), e o trabalho de investigação promovido pela Controladoria Geral do Estado (CGE).

A negativa da comissão ao pedido de Paulinha foi baseada principalmente na necessidade de cumprimento do prazo estipulado pelo Regimento Interno da Assembleia Legislativa, de até cinco sessões ordinárias, para a apresentação do parecer.

“Vamos, sim, analisar com toda boa vontade no sentido da inclusão [de novos documentos], menos sobre o que está fora [do processo], porque isso tem repercussão. Para qualquer peça estranha que formos acatar, vamos ter que ceder espaço à denúncia e aos denunciados, que é a defesa. Então eu peço compreensão a vocês pelo exíguo tempo que temos”, argumentou o deputado Valdir Cobalchini.

O parlamentar disse ainda que muitas das informações solicitadas já fazem parte do processo, constantes nas defesas do governador e da vice-governadora.

Paulinha ainda insistiu para que o requerimento fosse aprovado, mediante a fixação de prazo para o seu cumprimento, mas obteve o apoio de apenas dois integrantes do colegiado, os deputados Marcius Machado (PL) e Ada de Luca (MDB).

A reunião foi conduzida pelo deputado Fabiano da Luz (PT) e contou com a participação ainda dos deputados Kennedy Nunes (PSD), Nazareno Martins (PSB) e Sérgio Motta (Republicanos).

O colegiado voltará a se reunir na próxima quinta-feira, 8, às 8 horas, quando será apresentado um esboço do parecer e serão colhidas sugestões dos deputados.

Receba atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo. Inscreva-se agora!

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.