Ajax é declarado campeão do Praião

O campeão do Praião 2018 foi finalmente definido. Após o caso ser repassado para a Liga Atlética da Região Mineira, a LARM, uma reunião com uma comissão na noite de ontem, 28, decidiu que o título fica com o Ajax/Grafica GM, com um placar de 3 a 0 na final. Ainda foi decidido que a equipe do Esporte Clube Praia não seria eliminada da competição por conta das confusões.

“Votaram três auditores que decidiram por dois votos a um declarar o Ajax campeão. E por três a zero foi acordado a não eliminação do Praia.  Sobre a premiação em dinheiro, isso fica a parte da organização da competição”, disse o presidente da LARM, Emerson Lodetti.

O presidente do Ajax, Alberto Leopoldo, o Tinho, relatou que apesar da demora na decisão, a equipe de Siderópolis tem muito que comemorar. “Estávamos certos que se dependesse do regulamento, do relato do árbitro e das provas, conquistaríamos o título. É diferente vencer no tapetão, mas foi de uma forma correta por tudo aquilo que viemos batalhando em onze anos disputando o Praião. Agora é esperar a data para receber esse troféu e comemorar”, afirmou.

Entenda o caso

Aos 33 minutos da primeira etapa, quando o Praia vencia por 1 a 0, o atleta Max Willian da equipe de Siderópolis foi agredido por um torcedor, o que ocasionou um corte em sua cabeça que precisou ser enfaixada. Após a agressão, nova confusão entre os próprios jogadores foi registrada, com mais invasão dentro do campo. Por conta dos incidentes, o presidente do Ajax, Alberto Leopoldo, decidiu retirar sua equipe da arena do Praião.

O árbitro da partida, José Nazareno, relatou que não havia condições de jogo naquele momento por falta de segurança, devido à invasão dos torcedores. E a final da competição teve de ser interrompida sem um vencedor.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.