Adolescente morre após consumir maconha

A Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência no hospital de Rio Fortuna, por volta das 18 horas de ontem, dia 25. Na oportunidade, uma médica relatou que deu entrada no hospital, uma adolescente de 15 anos, com queixas de cefaleia e náuseas. A menor foi medicada, e foi perguntado se havia feito uso de entorpecentes ou bebidas alcoólicas, sendo confirmado por ela, que fez uso de maconha na companhia de uma prima de 18 anos, na beira de um rio, aos fundos da casa de sua tia.

Conforme o relato policial, por volta das 20 horas, ela foi liberada já com melhoras total dos sintomas, sem náuseas e nem dor. Porém, por volta das 21h30, o pai da adolescente ligou para o hospital questionando qual medicação a sua filha recebeu e relatou que ela estava com movimentos involuntários. O pai foi orientado para que a encaminhasse novamente ao hospital.

Já por volta das 22h30, retornaram ao hospital de ambulância na companhia de uma tia. A menor estava consciente, com espasmos nos membros inferiores e superiores, foi medicada novamente e permaneceu em observação. No momento em que a tia afirmou que presenciou ela e sua filha fazendo uso de maconha em sua residência, a médica questionou sobre a gravidade de permitir que a adolescente usasse entorpecentes na sua residência e na sua presença, a mesma foi embora do hospital.

A adolescente permaneceu em observação sendo monitorada com os sinais vitais alterados (febre e taquicardia), logo após observou-se que estava roxa (não responsiva e cianótica), onde foi detectado uma parada cardiorrespiratória e iniciado reanimação cardiopulmonar (RCP) sem resposta, vindo a óbito logo em seguida.

Com base no depoimento da médica, a Polícia Militar realizou buscas na tentativa de localizar as possíveis autoras do fornecimento de entorpecentes para a adolescente. Numa casa no bairro Nossa Senhora de Lourdes a tia da adolescente, que havia fugido do hospital e sua filha, a qual havia consumido entorpecente junto com a adolescente foram questionadas. A tia confirmou que viu as duas fazerem o consumo em sua casa.

Diante dos fatos, foi lavrado boletim de ocorrência pela Polícia Militar, as duas mulheres foram encaminhadas à Delegacia de Polícia Civil de Braço do Norte para lavratura dos procedimentos legais. O corpo da adolescente foi recolhido pelo IML. A Polícia Civil foi acionada e compareceu ao hospital de Rio Fortuna.

Você também pode gostar

Entre no nosso grupo do WhatsApp e seja atualizado em tempo real.