Governo Federal estuda pedir carteirinha de vacinação no ato da matrícula em escolas públicas

O Governo Federal estuda a possibilidade de pedir, a partir do ano que vem, a carteirinha de vacinação no ato de matrícula das crianças nas escolas públicas. E disponibilizar, já no mês de agosto, uma inédita carteira digital de vacinação, que poderá ser acessada através do aplicativo Meu digiSUS, ligado ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre em nosso grupo e receba as notícias no seu celular. Clique aqui

O usuário poderá checar do próprio celular as vacinas já tomadas e as que faltam, em um esforço para aumentar a cobertura de imunizações, em queda no Brasil. A cobertura de vacinação da tríplice viral, por exemplo, que protege contra sarampo , rubéola e caxumba, foi de 90,5% em 2018; há três anos, esse índice passava de 96%.

O Ministério da Saúde reconhece como eficiente uma cobertura vacinal superior a 95%. Atualmente, São Paulo, Rio de Janeiro e Pará estão com surto ativio de sarampo. Em Criciúma esse pedido é feito para crianças de até seis anos de idade que ingressarem nas unidades de Educação Infantil no município. Para os mais velhos ainda não é pedido a carteirinha, mas a Secretaria de Educação do município garante que se for aprovada a exigência pelo Governo Federal irá aderir.

#Criciúma, #Governo Federal, #ministério da saúde, #secretaria da educação, #vacinaçao, Carteirinha de vacinação, educação